More

    Moto G52 é bom? Saiba tudo sobre o novo celular Motorola

    A Motorola lançou na última semana o Moto G52, o seu mais novo aparelho intermediário da família Moto G. A ideia é um modelo completo para a faixa, mas por um preço acessível. Ele tem taxa de atualização de 90 Hz, que garante fluidez na transição de imagens, e bateria potente de 5.000 mAh, pelo valor sugerido de R$ 1.799 no Brasil.

    Como é um lançamento, ele tende a cair de preço. O Moto G52 roda uma versão pura do Android 12 (focada em melhorias visuais e discretos aprimoramentos em recursos de privacidade e segurança), o que já é uma tradição da Motorola.

    Moto G52 também vem com a novidade de três anos de atualização de segurança bimestral. É um excelente recurso para quem se preocupa em estar sempre com o sistema operacional atualizado. A propósito, ele terá atualização para o Android 13, e você pode conferir detalhes sobre ele aqui.

    Analisamos os principais itens da ficha técnica do Moto G52 e quer saber se o celular tem bom custo-benefício perante outros da mesma faixa no mercado? Confira nossa análise. Logo a seguir, as ofertas dele:

    Moto G52 tem design minimalista e tela poderosa

     

    O design do novo smartphone da Motorola é bastante semelhante ao Moto G41. Ele possui um módulo de câmeras com linhas arredondadas e as lentes traseiras são alinhadas na vertical.

    Na parte frontal do dispositivo, há um furo no topo da tela para acomodar os componentes da câmera para selfies. Outro ponto interessante é que o G52 tem apenas 7,99 milímetros de espessura, o que proporciona uma boa discrição ao carregar o aparelho nos bolsos ou em bolsas.

    Já a tela do Moto G52 é poderosa para a categoria. É uma pOLED com taxa de atualização de 90 Hz. O display tem 6,6 polegadas, com resolução Full HD+ (1.080 x 2.400 pixels), cobertura da gama de cores DCI-P3 e densidade de pixels de 402 ppi. Resumindo: é uma boa para quem quer filmes e séries.

    Afinal, a tela do smartphone da Motorola tem cores mais intensas e pretos mais profundos com o contraste infinito. A tela pOLED proporciona a iluminação de cada pixel individualmente. Com isso, fotos, videochamadas e vídeos ficam com cores mais vívidas.  Já a atualização de 90 Hz da tela traz uma experiência de visualização melhor na transição de imagens.

    O aparelho tem proteção visual com uma tecnologia no Modo Noturno que reduz o desfoque do movimento nos jogos e filmes para o usuário ter mais clareza durante a execução de filmes e vídeos.

    Sistema de câmeras inteligentes

     

    O novo Moto G52 traz um sistema de câmera tripla com sensor principal de 50 MP, tecnologia Quad Pixel e Modo Night Vision, capaz de capturar fotos mais nítidas em baixa luminosidade.

    Já a câmera macro de 2 MP tem a função dedicada, o que permite fazer imagens mais nítidas dos detalhes da natureza. Já a lente híbrida de 8 MP, com modo ultra-wide e de profundidade, tem como objetivo entregar um bom resultado para quem busca captura ampla com aparência profissional.

    Para completar, a câmera frontal do smartphone Motorola é de 16 MP. O celular vem ainda com flash LED e zoom digital de 8x.

    Bateria poderosa

    A bateria do Moto G52 é um dos pontos fortes do novo celular da Motorola. São 5.000 mAh que atendem bem em um dia inteiro de uso. Além disso, o carregamento conta com o TurboPower da Motorola, que é capaz de fazer o aparelho chegar aos 100% de maneira mais rápida.

    Para se ter uma ideia do carregamento TurboPower, o antecessor trazia um carregador de 10W, enquanto o novo smartphone da Motorola traz um de 30W. O seu foco é procurar um smartphone que tenha boa autonomia de bateria?

    Desempenho de processador supera o antecessor

     

    O Moto G52 tem processador potente, resultando em boa experiência para jogos (Foto: Divulgação)

    O Moto G52 possui processador octa-core Snapdragon 680 da Qualcomm, que chega a 2,4 GHz, e 4 GB de memória RAM. Essa configuração, segundo a fabricante, faz com que o desempenho do Moto G52 melhore 25% em comparação ao processador da geração anterior, o Snapdragon 780 (segundo a Qualcomm).

    O resultado é potência extra para suportar jogos mais pesados, streaming de vídeos e recursos avançados de fotografia. Tudo isso sem comprometer a duração da bateria.

    O celular traz ainda a versão de 128 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão via cartões MicroSD. Para completar, o Moto G52 traz Bluetooth 5.0 e sensor NFC para pagamento por aproximação.

    Desempenho de processador supera o antecessor

     

    O Moto G52 tem processador potente, resultando em boa experiência para jogos (Foto: Divulgação)

    O Moto G52 possui processador octa-core Snapdragon 680 da Qualcomm, que chega a 2,4 GHz, e 4 GB de memória RAM. Essa configuração, segundo a fabricante, faz com que o desempenho do Moto G52 melhore 25% em comparação ao processador da geração anterior, o Snapdragon 780 (segundo a Qualcomm).

    O resultado é potência extra para suportar jogos mais pesados, streaming de vídeos e recursos avançados de fotografia. Tudo isso sem comprometer a duração da bateria.

    O celular traz ainda a versão de 128 GB de armazenamento, com possibilidade de expansão via cartões MicroSD. Para completar, o Moto G52 traz Bluetooth 5.0 e sensor NFC para pagamento por aproximação.

    Motorola G52: ficha técnica

    • Tela: pOLED de 6,6 polegadas com resolução Full HD+(2.400 x 1.080 pixels)
    • Taxa de atualização de 90 Hz
    • Processador: Snapdragon 680 com frequência máxima de 2,4 GHz, GPU Adreno 610 de até 950 Mhz;
    • Memória RAM: 4 GB ou 6 GB
    • Armazenamento interno: 128 GB ou 256 GB expansíveis via microSD (até 1 TB);
    • Câmera traseira: tripla de 50 MP (f/1.8, principal) + 8MP (f/2.2, ultrawide) e 2 MP (sensor de profundidade);
    • Câmera frontal: 16 MP;
    • Dimensões: 160,98 x 74,46 x 7,99 mm (AxLxP);
    • Peso: 169 gramas;
    • Bateria: 5.000 mAh com suporte para carregamento TurboPower de 30 W;
    • Extras: certificação IP52, sistema estéreo de alto-falantes;
    • Sistema operacional: Android 12 com interface My UX.

    Moto G52 vale a pena?

    Considerando os principais itens da ficha técnica, como desempenho, taxa de atualização, conjunto de câmeras e bateria, a resposta é sim, o Moto G52 vale a pena. Apesar do aparelho não ter recursos tão avançados, vale lembrar que estamos falando de um celular intermediário. E, considerando a faixa, ele é interessante.

    Além disso, é importante ressaltar que o Moto G52 tem boas configurações na tela, sistema de som e câmeras.

     

    Junte-se ao nosso canal no Telegram
    Você está lendo o WizandroidMZ– Plataforma Moçambicana de notícias sobre Tecnologia disponibilizamos Notícias, reviews, Dicas, informações e mais , dia após dia. Certifique-se de verificar nossa página inicial para todas as últimas notícias e siga WizandroidMZ no Twitter , Facebook e LinkedIn para ficar por dentro. Não sabe por onde começar? Confira nossas histórias exclusivas, ,Ficha Técnica,, dicas e inscreva-se em nosso canal do YouTube

    Sobre o Autor

    Artigos recentes

    Novos Comentários

    Mais Vistos

    Não perca

    10 Melhores jogos parecidos com God of War – Xbox/PC/PlayStation Call Of Duty:Warzone Mobile — Requisitos para Android e IOS Todas as cores do iPhone 14 e 14 Pro Tecno Megabook T1 : Recursos e especificações Principais recursos do Android 13 Apex Legends Mobile Rhapsody – Como Desbloquear – Dicas e Truques Baixar Shorts do Youtube Xiaomi 12s ultra é bom? Google Pay parou de funcionar: Como corrigir Tecno Camon 19 Pro é bom? Review Completo